Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

MUITAS POESIAS II

1
jjLeandro · Araguaína, TO
11/11/2006 · 107 · 8
 

.
A PAIXÃO

Toda paixão é passageira.
Mas quando a última parte
Outra já está no ponto.

...

ROTINA

Todo dia
a mesma coisa
faz a vida parecer
que tem um só dia.

....

COMO SEMPRE

A marca da tua calcinha
Continuou em teu corpo
Para que depois de seres
Minha
Pudesse eu te recompores
Igualmente sem demora
E ninguém depois
imaginar
Que vives por aí
Perdendo o pudor
A toda hora.

...
INEXORÁVEL

Morrer é estar vivo
E saber que a morte chega
Sem aviso.

...


FALO


Todo falo
fala
por sua boca
em golfadas.

Uma linguagem universal
capaz de emprenhar
o teu interior.

Ruminar por meses
a mesma coisa
e fazê-la brotar
como uma flor.

O mundo é um canteiro
cheio delas
em cores variadas como são.

E por ser melhor
falar pela boca
ninguém
tem vontade que o falo
se expresse pela mão.

....
PAI SAZONAL

Prima
Vera.
Não era flor
Que se cheirasse.
Verão o que
Aconteceu.
No inverno
Engravidou
E no outono nasceu
um filho que
não tinha pai
e ela jurou ser meu.

.....

UM POEMA LOUCO
PRA VIDA LOUCA

Morreu de rir
E no velório
Ninguém achava graça.
Era a viúva
Que sumira atrás de uva -
Era a desculpa – com o João.
Padeiro do lado
Que sem graça
Amassava todo dia
A massa do pão.
Mas o que queria como dizia
Era amassar o corpo de graça
Sem pagar um vintém
Até que virasse garça
Delgada como princesa
E sem nenhuma mordaça
Não houvesse na rua ou na praça
Quem denunciasse o delito.
Mas havia um empecilho:
Zelito!
O marido pedreiro
Que também amassava massa
E não era o enorme corpo de graça.
Mas um dia
Cego de amor
E sem saber o que fazia
João falou pra Zelito
Depois de dar um grito:
Vou te matar!
Ele achou graça
E morreu rindo
De um tiro.
Só um.
Pois o outro deu
João na direção
Da casa de graça.
Lá passou como
Um pé-de-vento
Passa.
Largou o emprego na padaria
Pois já sabia o que faria:
Tinha outra massa
Pra sovar:
O enorme corpo de graça.
E sem pagar um vintém.

......

compartilhe



informações

Autoria
jjLeandro
Ficha técnica
jjLeandro - 46, jornalista e escritor em Araguaína -To. Autor do livro de poesias Quase Ave, prêmio em 2002 de melhor autor inédito do Instituto Goiano do Livro com o prêmio Cora Coralina.
Downloads
199 downloads

comentários feed

+ comentar
Adaildo Neto
 

boas poesias. Tipo, não acha melhor colocar cada poesia num post diferente.

só uma dica.

Adaildo Neto · Rio Branco, AC 9/11/2006 15:22
sua opinião: subir
 A. Wagner Oliveira
 

sou um chato para elogiar, mas tuas poesias tão muito boas, se é que te interessa esse elogio. Embora elogios sejam sempre bem vindos é por onde te derrubam seus inimigos. A do Falo é ótima, essa última melhor ainda, super rítimica. Boa sorte nesse mundo louco da poesia. Posso pergiuntar do seu processo criativo? ele é intuitivo ou mecânico, vc senta e escreve como tua profissão?

A. Wagner Oliveira · Cuiabá, MT 10/11/2006 17:35
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
 A. Wagner Oliveira
 

Aliás, minha irmã morou em araguaína quando cursava farmácia, mas aí a louca foi fazer medicina em manaus e agora voltou tranferida para cuiabá/MT...

A. Wagner Oliveira · Cuiabá, MT 10/11/2006 17:37
sua opinião: subir
Rangel Castilho
 

José, como sempre muito bons textos....
Parabéns!!!

Rangel Castilho · Anastácio, MS 11/11/2006 12:42
sua opinião: subir
JuHuzinhaH
 

Adorei as poesias...Apesar que está um pouco confuço
mas adorei todas!
=D

JuHuzinhaH · São Paulo, SP 11/11/2006 18:58
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Lucciv
 

Realmente a paixão é isso aí: passageira. Por isso que estava certo o poetinha Vinícius de Morais "que seja eterno enquanto dure".

Lucciv · Araguaína, TO 12/11/2006 13:27
sua opinião: subir
Ulisses Holanda
 

Concordo, eu acabei há pouco uma paixão e já estou no PONTO para outra...rsrsrsrs

Ulisses Holanda · Araguaína, TO 12/11/2006 13:35
sua opinião: subir
carlos alberto
 

Muito bom!

carlos alberto · Ribeirão Preto, SP 23/12/2006 16:00
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados