Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

ORAÇÃO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA

CD 18.000 Multimidia Pack - CD Expert - 1997
1
José Bezerra de Carvalho · Teresina, PI
11/12/2011 · 0 · 0
 

Seguindo o mesmo trilho
Estava a Mãe dolorosa
Junto à cruz lacrimosa,
Da qual pendia o seu Filho

Amor dileto e perfeito
Banhada em pranto amoroso
Nesse transe doloroso,
A dor lhe rasgava o peito.

E, Jesus crucificado
Estava triste e sofria
Porque ela mesmo via
As dores do filho amado

Era grande o seu tormento.
Quem não chorava vendo isto
Contemplando a Mãe de Cristo
Em tão grande sofrimento

Eis aqui meu peito amigo
Daí-me, Ó Mãe! fonte de amor
Que eu sinta a força da dor
Para que eu chore contigo

Eu sou também irmão dele
Faz arder meu coração
Do Cristo Deus na paixão
Para que eu sofra com ele

Receba-me Mãe querida
Quero contigo chorar
E na cruz compartilhar
Por toda a minha vida

Daí-me também a sorte
Por Maria amparado
Que eu não seja condenado
No dia da minha morte

Na minha ultima agonia
Ó Cristo! Que eu tenha a sorte
No dia da minha morte
Ser levado por Maria

Eu sei que disso preciso
No dia que eu morrer
Fazei cm que eu possa ter
A glória do Paraíso.


Autor: Pt. José Bezerra de Carvalho
12/03/2011

Sobre a obra

Seguindo o mesmo trilho
Estava a Mãe dolorosa
Junto à cruz lacrimosa,
Da qual pendia o seu Filho

Amor dileto e perfeito
Banhada em pranto amoroso
Nesse transe doloroso,
A dor lhe rasgava o peito.

E, Jesus crucificado
Estava triste e sofria
Porque ela mesmo via
As dores do filho amado

Era grande o seu tormento.
Quem não chorava vendo isto
Contemplando a Mãe de Cristo
Em tão grande sofrimento

Eis aqui meu peito amigo
Daí-me, Ó Mãe! fonte de amor
Que eu sinta a força da dor
Para que eu chore contigo

Eu sou também irmão dele
Faz arder meu coração
Do Cristo Deus na paixão
Para que eu sofra com ele

Receba-me Mãe querida
Quero contigo chorar
E na cruz compartilhar
Por toda a minha vida

Daí-me também a sorte
Por Maria amparado
Que eu não seja condenado
No dia da minha morte

Na minha ultima agonia
Ó Cristo! Que eu tenha a sorte
No dia da minha morte
Ser levado por Maria

Eu sei que disso preciso
No dia que eu morrer
Fazei cm que eu poss

compartilhe



informações

Autoria
José Bezerra de Carvalho, poeta Zé Bezerra, o "Aguia de Prata"
Ficha técnica
Cordel, em quadras
Downloads
87 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados