Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

POESIA SEM RIMA

1
José Bezerra de Carvalho · Teresina, PI
8/12/2009 · 1 · 2
 

Uma poesia sem rima
É casamento sem festa
É orquestra desafinada
Que o maestro detesta
É como peste epidêmica
Ligeiro se manifesta

É um palhaço sem graça
No meio de um picadeiro
É como uma flor murcha
Que não se sente o cheiro
É como garça depenada
No meio de um tabuleiro

Como noiva abandonada
Na porta de uma igreja
É como o mau casamento
Quem o faz nunca festeja
É como o mal ocorrido
Que a gente nunca deseja

É como um rio sem água
Olho d’água que secou
É como uma quimera
Que o vento veio e levou
Desapareceu ligeira
Nem a lembrança deixou

É como ave agoureira
Que a todos causa terror
Ente querido que parte
Deixando tristeza e dor
É como uma pessoa má
Que não conhece o amor

A poesia sem rima
É dor, é nostalgia,
É prosa mal humorada
Feita por grosseria
É uma má versação,
Não se chama poesia...

Sobre a obra

Uma poesia sem rima
É casamento sem festa
É orquestra desafinada
Que o maestro detesta
É como peste epidêmica
Ligeiro se manifesta

É um palhaço sem graça
No meio de um picadeiro
É como uma flor murcha
Que não se sente o cheiro
É como garça depenada
No meio de um tabuleiro

Como noiva abandonada
Na porta de uma igreja
É como o mau casamento
Quem o faz nunca festeja
É como o mal ocorrido
Que a gente nunca deseja

É como um rio sem água
Olho d’água que secou
É como uma quimera
Que o vento veio e levou
Desapareceu ligeira
Nem a lembrança deixou

É como ave agoureira
Que a todos causa terror
Ente querido que parte
Deixando tristeza e dor
É como uma pessoa má
Que não conhece o amor

A poesia sem rima
É dor, é nostalgia,
É prosa mal humorada
Feita por grosseria
É uma má versação,
Não se chama poesia...

compartilhe



informações

Autoria
José Bezerra de Carvalho, poeta Zé Bezerra, o "Águia de Prata"
Ficha técnica
Cordel, em sextilha(s)
Downloads
137 downloads

comentários feed

+ comentar
Binha Nery
 

E uma poesia com rima é a sua...
hehehehe muitooo linda

Binha Nery · Belo Horizonte, MG 6/12/2009 20:30
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

É verdade, mesmo que possamos, por vezes, abrir mão da rima rigorosa
por uma questão de clareza, a rima é a música antes da melodia. É a musica permanente nos versos.....
abraço
andré

Andre Pessego · São Paulo, SP 8/12/2009 07:48
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados