Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Eu-lírico (OPINIÃO)

LIRA
1
Paulo Esdras · Brumado, BA
19/11/2007 · 93 · 17
 

Não adianta procurar o significado no dicionário – e nem mesmo em muitas gramáticas e livros de literatura.

O Eu-lírico é quando o poeta expressa sentimentos que não sentiu necessariamente, ou sentiu com uma outra intensidade da realidade, tratando-se então de não ser seu “eu” real, mas de um “eu” poético, ou lírico.

A palavra lírico origina-se de um instrumento musical antigo chamado lira. Este instrumento foi muito utilizado pelos gregos a partir do século XII a.C.
Chamava-se lírica toda canção que era executada ao som da lira, inclusive as expressões poéticas. Porém, o século XV chegou e houve um afastamento do som lírico e da palavra poética, que passou a ser declamada.

Podemos dizer que o eu-lírico é a voz que fala no poema e nem sempre corresponde à do autor. O eu-lírico pode ou não expressar as vivências efetivas do poeta, mas a validade estética do texto independe da sinceridade do mesmo.

Os heterônimos de Fernando Pessoa podem ser considerados Eu-líricos. Um narrador-personagem pode ser considerado um Eu-lírico. Um poema sendo “falado” por uma pedra é um eu-lírico.

O Eu-lírico é um recurso que possibilita a infinidade criativa dos sentimentos poéticos. Não limita as palavras em apenas um corpo, uma mente, um coração. Consegue pluralizar os sentidos. Assim podemos ser o que quisermos: uma pedra, um animal, uma árvore, outras pessoas. Explorar e incorporar sentimentos dos mais diversos como um ator faz com suas personagens.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Cintia Thome
 

Poeta é poeta. As vezes incorpora outras vidas, fatos e cria estórias, fantasias. As vezes acredito que seja uma benção ou um dom independente de saber sua línga...Muito bom teu texto, acrescenta-me muito e boa colaboração para o Overmundo. abçs.

Cintia Thome · São Paulo, SP 16/11/2007 19:10
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Paulo Esdras · Amigo Poeta
Muito Legal essa grande Contribuição.
Nosso Overmundo e nós todos lhe agradecemos.
Parabéns pois gostei muito.
Abração

azuirfilho · Campinas, SP 16/11/2007 19:19
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Muito bom, Paulo. Votado.
abçs.

Nydia Bonetti · Campinas, SP 16/11/2007 19:24
sua opinião: subir
ILZE SOARES
 

Parabéns Paulo, gostei da reflexão.
Volto para votar (me avisa).

Bjos

ILZE SOARES · Salvador, BA 16/11/2007 20:08
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Aprendi muito aqui Paulo.

Confesso que compreendia pouco sobre o lirismo. Agora, um pouco mais...

Marcos Paulo Carlito · , MS 16/11/2007 21:54
sua opinião: subir
victorvapf
 

Falou e disse! Parabens

victorvapf · Belo Horizonte, MG 16/11/2007 22:34
sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Tua poética é de prima. O texto é irreparável!
Bravo.
Benny.

Benny Franklin · Belém, PA 17/11/2007 00:18
sua opinião: subir
carlos magno
 

Muito boa ests tua explanação sobre o eu lírico. adorei meu amido paulo esta tua colaboração. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 17/11/2007 01:52
sua opinião: subir
Joana Eleutério
 

Parabéns pelo texto Paulo. Reflexão e informações necessárias e pertinentes. Bjs

Joana Eleutério · Brasília, DF 17/11/2007 09:50
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Caro Paulo,

pois é, como você mesmo salienta no texto, Fernando Pessoa é um dos que definem de forma poética o que é o eu-lírico: "O poeta é um fingidor. Finge tão completamente. Que chega a fingir que é dor. A dor que deveras sente." Bom texto, amigo, parabéns. Votado.

Um abraço.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 19/11/2007 12:37
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Marcos Paulo Carlito · , MS 19/11/2007 12:56
sua opinião: subir
ILZE SOARES
 

voatado Paulo.
Bjos

ILZE SOARES · Salvador, BA 19/11/2007 13:10
sua opinião: subir
Adriana Costa
 

Oi Paulo
Adorei a tua contribuição. Acho importante esclarecer as questões a respeito da linguagem literária. Mesmo que o conhecimento técnico não implique na qualidade dos textos é bom saber definir os caminhos da escrita e entendê-la para poder expor os textos ao público. Um escritor não pode deixar de estudar e de se atualizar nunca.
Flores @>--

Adriana Costa · Brasília, DF 19/11/2007 17:06
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Paulo.
Excelente matéria, ótimo texto. Mostra de um talento universal.
Abraços
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 19/11/2007 19:04
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Paulo:
Muito bom teu texto com teu "eu-lírico". Seja estória ou seja história o poeta vai incorporando e deixando seguir esses personagens que são trabalhados e vivenciados..., ficam livres na palavra oral e/ou escrita e seguem para o mundo.

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 19/11/2007 19:28
sua opinião: subir
Debora Prado
 

então é isso ...
:D

Debora Prado · Belo Horizonte, MG 16/1/2008 11:40
sua opinião: subir
clara arruda
 

Adorei Paulo e volto para votar.Uma feliz páscoa.seu texto simplesmente maravilhoso.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 22/3/2008 12:41
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados