Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Lenda de Ana Jansen em Quadrinhos

Detalhes da publicação do desenhista Beto Nicácio
1
Eduardo Júlio · São Luís, MA
13/9/2007 · 327 · 21
 

Você já imaginou encontrar uma carruagem puxada por cavalos sem cabeça, de onde sai uma mulher vestida de preto, oferecendo uma vela acesa? Seria assustador, não? Pois se trata de uma das mais famosas lendas da história social de São Luís, atribuída a uma poderosa mulher chamada Ana Jansen.

Figura real, Ana Jansen Pereira Leite, a Donana, como era mais conhecida, viveu de 1787 a 1869. Durante aquele período foi a pessoa mais rica do Maranhão, o que incomodou e despertou o preconceito de muitas personalidades, especialmente homens influentes da sociedade maranhense, que não aceitavam uma mulher possuir tanto poder. Por isso, levou fama de má e de impiedosa.

Agora, a lenda da carruagem e de algumas das histórias que circundaram a vida de Donana foram traduzidas para a linguagem dos quadrinhos, pelas mãos do desenhista e arte-educador maranhense Beto Nicácio, 35, que lançou recentemente a revista “A Lenda da Carruagem Encantada de Ana Jansen”. A publicação da obra foi aprovada pelo programa BNB de Cultura, edição 2006, sendo um dos poucos projetos de São Luís da categoria literatura.

Beto Nicácio explica que publicar a lenda da carruagem de Ana Jansen em formato de quadrinhos é um sonho antigo, resultado da pesquisa monográfica para a graduação do curso de Educação Artística, da Universidade Federal do Maranhão, em 2003.
“O tema sempre me interessou. Daí, durante a graduação, os professores me sugeriram um trabalho sobre Donana”.

Antes de realizar “A Lenda da Carruagem Encantada de Ana Jansen”, o quadrinista já tinha abordado o assunto, tendo feito as ilustrações do livro infantil “Quem Tem Medo de Ana Jansen”, obra lançada em 2002, do escritor maranhense Wilson Marques.

Para realizar o trabalho recém-lançado, Beto Nicácio pesquisou basicamente livros de história do Maranhão e obras que tratam da aplicação educacional dos quadrinhos. Aliás, “A Lenda da Carruagem Encantada de Ana Jansen” tem caráter pedagógico. Toda a tiragem já foi distribuída para escolas públicas municipais de São Luís. Além disso, a publicação vem com um caderno de atividades para os alunos responderem.

Ele acrescenta que a revista contribui para o conhecimento da cultura da região. Além disso, os quadrinhos auxiliam e estimulam o aprendizado.“Apresentar estas lendas de Ana Jansen como proposta pedagógica nas escolas partiu da necessidade de despertar o interesse dos alunos pela cultura local e pela riqueza imaginativa dos contos e lendas. A linguagem dos quadrinhos possibilita este acesso de forma divertida e atraente”, completa.

AS HISTÓRIAS
Em “A Lenda da Carruagem Encantada de Ana Jansen”, ele aborda além da lenda do título, que costumava assustar os moradores do Centro Histórico, de São Luís, a história sobre o rico e influente comerciante Antônio Meireles, que para desmoralizar Ana Jansen, mandou fazer centenas de penicos na Inglaterra, com a imagem de Donana estampada no fundo do objeto, sendo carregada por escravos. Os penicos foram todos vendidos, mas quem os comprou foi Ana Jansen, através de intermediários. Um dia, ela mandou os escravos quebrarem os objetos lotados de cocô, na porta da casa do comerciante.

“Se hoje uma mulher com domínio político ainda incomoda, imagine no começo do século XIX? Pois a revista questiona justamente isso. Na realidade, Donana tinha uma postura de vanguarda. Era independente, muito rica e mãe solteira, o que causou o ciúme de muitos políticos, comerciantes, jornalistas e fazendeiros locais”, afirma Beto Nicácio.

Outra lenda importante tratada na obra é a história sobre a sabotagem realizada no deposito de água da companhia que realizava o abastecimento de São Luís. Consta que antes da instalação da empresa na capital do Maranhão, que trouxe água encanada para a cidade, quem vendia água de porta em porta, em carroças pipas, era Ana Jansen. Assim, depois de perder o mercado, ela resolveu jogar gatos mortos nos depósitos da companhia concorrente, para contaminar a água. Sem citar o nome de Donana, a história de fato está registrada nos documentos oficiais da Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão, Caema.

Por último, há o episódio da compra da alforria de uma escrava. Isso, para amenizar a fama de má de Donana, que já estava espalhada pela capital.

O AUTOR
Beto Nicácio é bastante conhecido dos amantes da nona arte no Maranhão. Já publicou em várias revistas nacionais e com o grupo SingularPlural produziu as revistas Fúria e Fusão. Ganhador de vários prêmios regionais e nacionais em cartuns e charges, ele também foi indicado na categoria de melhor desenhista revelação para o Prêmio HQMix 2007, considerado o Oscar dos quadrinhos brasileiros.

Quem folhear a HQ vai poder voltar ao tempo e conhecer um pouco mais da situação política, econômica e social de São Luís em meados do século XIX. Aqueles que quiserem saber mais sobre como o artista produziu a revista, pode acessar o blog www.carruagemencantadanaescola.blogspot.com. Lá, o internauta vai conferir várias etapas da criação da história em quadrinhos, desde o rascunho, até a publicação.




compartilhe

comentários feed

+ comentar
Hermano Vianna
 

alô Eduardo: estava com saudade de colaborações do Maranhão aqui no Overblog (antes de sua chegada no Overmundo só tivemos textos do Maranhão no Overblog em março de 2006! não seria o caso de divulgar mais a existência do Overmundo por aí? alguma sugestão de como fazer essa divulgação) - muito bom ter notícias do HQ de São Luís - uma dica: se você colocar a tag HQ por aqui, sua colaboração vai ser encontrada mais facilmente por quem procura quadrinhos no Overmundo e outras ferramentas de busca - olhe só o resultado da busca pela tag HQ clicando aqui - para colocar a tag é só clicar no lapisinho que torna possível a reedição de textos na Fila de Edição (o lapisinho fica na linha que tem o seu nome no cabeçalho da publicação - depois é só procurar o campo de tags e incluir as palavras-chaves que você considera relevantes no seu texto - outra sugestão: incluir a tag Beto-Nicario etc.) - abraços!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 15:55
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Eduardo Júlio
 

Legal Hermano. Já Incluí as tags. Bom, tenho divulgado informalmente o overmundo para várias pessoas ligadas à cultura em São Luís. Mas posso propor uma matéria no jornal que trabalhei por seis anos, para falar do site e também das colaborações do Maranhão e da necessidade de um maior volume de notícias daqui.
Ah, li a sua entrevista na Trip. Gostei muito de vários momentos, principalmente quando você falou de Dorival Caymmi.

Abraços,

Eduardo Júlio

Eduardo Júlio · São Luís, MA 10/9/2007 20:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

valeu, Eduardo! acho que matérias de jornal são importantes, mas na internet o que vale mesmo é o boca a boca - e salve Dorival Caymmi!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 20:46
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

quanto às tags: tags formadas por duas palavras tem que ter hífens entre as palavras - por exemplo: Beto Nicario tem que ser beto-nicario, senão fica uma tag para beto e outra para nicario - dá para ir lá corrigir - mais abraços!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 20:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

Excelente colaboração Eduardo. Reuniu "História, Literatura, Desenho, Informação"... a história feita em quadrinho deve ter ficado muito bacana. A figura de Ana Jansen me fez lembrar da (famosa por aqui) viúva Machado, mulher muito rico e poderosa cá por estas terras. Só não sei se ela foi tida como malvada como a Ana, mas é certo que deu dor de cabeça para muitos homens na sua época.

Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 11/9/2007 10:32
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Muito bacana, adorei também!

Parabéns pela matéria.

Higor Assis · São Paulo, SP 11/9/2007 17:18
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Maniefurt
 

Conhecia a lenda de Ana Jansen e achei muito interessante o fato de ela agora poder ser vista na linguagem de HQs...ótima iniciativa! Excelente matéria!

Maniefurt · Salvador, BA 13/9/2007 11:10
sua opinião: subir
Atila Naddeo
 

legal. Já estou indo dar uma olhada na HQ. Valeu a dica e o texto esta muito legal. Explorando muito bem o fato e a lenda.

Atila Naddeo · Brasília, DF 13/9/2007 11:38
sua opinião: subir
Atila Naddeo
 

Hei, Detalhe: O link que você sugere, ao final do texto, está errado. Para quem interessar, o link correto é :
<a href="http://carruagemencantadanaescola.blogspot.com/">http://carruagemencantadanaescola.blogspot.com/</a>

Atila Naddeo · Brasília, DF 13/9/2007 11:40
sua opinião: subir
Lobodomar
 

Fiquei curioso para conhecer esses quadrinhos. Um abraço!

Lobodomar · Guarapari, ES 13/9/2007 12:28
sua opinião: subir
Mauro Paz
 

Muito bom... Como faço pra comprar aqui de Porto Alegre?

abraço,

Mauro Paz · São Paulo, SP 13/9/2007 12:29
sua opinião: subir
Eduardo Júlio
 

Vou ver se Beto Nicácio ainda possui examplares para envio ou comercialização, mas ele tinha me dito que a tiragem foi toda destinada para as escolas. Não sei se ele fará outra.
Alô Atila Naddeo,
Valeu pela correção do endereço do link.

Abraço

Eduardo Júlio · São Luís, MA 13/9/2007 12:48
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Olá Júlio, já morei em São Luís e sei do carinho dos maranhenses pela cultura local. Já toquei na casa de Donana juntamente com Roberto Ricci, uma vez. Foi uma experiência maravilhosa, além da companhia, pois Roberto é um músico "mérito e honra."
Louvo sua iniciativa pois aí vcs tem mesmo muita coisa para nos mostrar.
Um grande abraço marajoara
"

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 13/9/2007 17:43
sua opinião: subir
jjLeandro
 

Beleza, Eduardo. Como maranhense de nascimento, já havia lido sobre a lenda dessa instigante mulher. A divulgação da história em HQ vai torná-la perene. abcs

jjLeandro · Araguaína, TO 14/9/2007 07:24
sua opinião: subir
Letícia L. Möller
 

Adorei a matéria. Bela iniciativa de divulgação.
Mas uma pena se futuras tiragens permanecerem tão restritas. Acredito que as culturas locais brasileiras, as mais diversas, despertam o interesse de muita gente proveniente de "outras bandas"... Fiquei com vontade de conhecer a lenda desta mulher poderosa e os quadrinhos de Nicácio.
Um abraço,

Letícia L. Möller · Porto Alegre, RS 14/9/2007 10:13
sua opinião: subir
Labes, Marcelo
 

De fato, Leticia. Contigo, lamento essa ultra-regionalização que sofrem as produções culturais. E se fosse por as culturas não quererem ser divulgadas, discutidas e exibidas... Mas não! É por grana mesmo - ou melhor pela falta dela e de interesse de quem a possui.

Labes, Marcelo · Blumenau, SC 15/9/2007 12:29
sua opinião: subir
José Neres
 

Muito bom o texto, parabéns! Nosso Maranhão está precisando de mais divulgação e você prestou um grande trabalho com esse artigo.

José Neres · São Luís, MA 15/10/2007 09:12
sua opinião: subir
overclown
 

rapaz. topei com essa carruagem aí "isturdiinha".
foi uma bagaceira doida demais.
pedi que esbarrasse pra eu pegar carona.
quando a tropa riscou os cascos nas pedras seculares do calçamento, freiando brucamente, ouvi de uma tal an não sei das quantas:
- sai da frente, palhaço!
como vi que era mesmo sujeita apelona, saquei da cartola gasta e rota:
- vá em frente, majestade!
pode crer, brother!

Agora é sério. Estrou feliz por ter descoberto o Overmundo.
Mais ainda por encontrar gente cult por aqui.
Salve!

overclown · Alcântara, MA 22/11/2007 14:48
sua opinião: subir
PENHA DE CASTRO
 

muito bacana,
legal ter gente como você pesquisando e divulgando o universo imaginário do povo maranhense, dá uma olhadinha na canção que compus com Ricardo Passos e Wagner Jales, sobre o mito de Ana jansen chamada Cativeiro(O Coche de Ana).
http://www.overmundo.com..br/banco/cativeiro-o-coche-de-ana.

PENHA DE CASTRO · São Luís, MA 4/3/2008 14:25
sua opinião: subir
PENHA DE CASTRO
 

muito bacana,
legal ter gente como você pesquisando e divulgando o universo imaginário do povo maranhense, dá uma olhadinha na canção que compus com Ricardo Passos e Wagner Jales, sobre o mito de Ana jansen chamada Cativeiro(O Coche de Ana).
http://www.overmundo.com.br/banco/cativeiro-o-coche-de-ana.

PENHA DE CASTRO · São Luís, MA 4/3/2008 14:25
sua opinião: subir
Circus do Suannes
 

Trabalho excelente.
Irei ao site.
Obrigado pela dica.

Circus do Suannes · São Paulo, SP 23/3/2009 11:57
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados